Website SCML

Telefone:
+351 214 608 300

Horário
08:00 - 19:00

História

História

Em 1956, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Dr. José Guilherme de Mello e Castro, decidiu dar início à construção de um Centro de Reabilitação.

A construção de um centro de reabilitação em Portugal, veio dar resposta às inumeras necessidades de todos os indivíduos com limitações motoras, a quem era reconhecido o direito a um desenvolvimento harmonioso das suas capacidades individuais e sociais, tendo como principal fim a mais completa integração desses indivíduos na sociedade. A construção de um centro especializado em medicina de reabilitação teve como base a definição de dois objetivos centrais: reabilitar pessoas com incapacidade motora e formar pessoal especializado em Portugal.

O projeto de arquitetura é da autoria de Sebastião Formosinho Sanches, e a direção da obra da responsabilidade do engenheiro José Maria Ferreira da Cunha. Ainda de referir, a importante colaboração do escultor Martins Correia, autor da escultura que embeleza o jardim interior e cuja imagem foi escolhida para logótipo da instituição, que se mantem até aos dias de hoje. Todas as despesas referentes à construção do centro foram suportadas pelas verbas provenientes dos lucros do Totobola, jogo social da SCML, criado para financiar o projeto.

A 2 de Julho de 1966, o Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão (CMRA) foi inaugurado, com a presença do Presidente da República, Almirante Américo Tomás.

A SCML nomeou o médico Santana Carlos para estabelecer os planos de organização técnica do Centro e orientar a preparação de todo o pessoal, médico e técnico. Deste modo, foi definida a realização de cursos inspirados em programas de nível mundial, com substancial cooperação de entidades internacionais, como o World Rehabilitation Fund.

À data da sua criação, o Centro foi, desde logo, reconhecido como uma das melhores instituições na área da medicina física de reabilitação no mundo, mantendo a sua assinatura de Excelência em reabilitação, até aos dias de hoje.